Molduras em Gesso

Aula 2 – Molduras de gesso

Molduras em Gesso

O presente tutorial tem como objetivo  propor uma atividade fantástica para aproveitamento dos restos de gesso que poderão sobejar da produção de um determinado projeto.

A ideia subjacente a este tutorial é aproveitar ao máximo todo o gesso preparado evitando os desperdícios e deste modo minimizar o incómodo de retirar o bloco que cristaliza no fundo do recipiente de mistura.

Materiais necessários:

Ver o tutorial de preparação de gesso.

O gesso e as  suas particularidades.

Quando o gesso começa a adquirir presa, começa a aumentar a sua viscosidade. Este processo pode ser mais ou menos rápido consoante o tipo de gesso utilizado, a proporcionalidade água/gesso, o tempo de agitação ou até mesmo a temperatura. Trocando por miúdos, o processo de execução das molduras está muito dependente da nossa sensibilidade para avaliarmos e projetarmos o que pretendemos fazer.

A execução da moldura.

Assim que o gesso começa a “engrossar”, iniciamos o contorno da moldura.

– Se o gesso estiver muito fluido, executar calmamente o contorno e aguardar que o gesso comece a aumentar de viscosidade  para concluir o trabalho,

– Se o gesso estiver muito preso devemos ser bastante rápidos uma vez que os cristais estão a crescer rapidamente e não tardará muito a que a estrutura fique rígida.

Finalização

Como podem ver através do vídeo anexo, a produção de molduras em gesso é muito simples  e é complementada com a incrustação de um motivo em gesso num dos cantos da moldura que lhe dá uma certa graça.

A produção dos acessórios já foi explicada na aula 1. Há no entanto uma particularidade  relativamente à colagem dos acessórios em gesso .

– Se as peças a colar foram produzidas no mesmo dia, podem-se colar diretamente.

– Se as peças de gesso já foram produzidas há mais tempo, devem-se imergir em água o tempo suficiente até deixarem de fazer bolhinhas e só depois estarão preparadas para serem coladas.

 

Passo a passo

 

Tutorial – Como preparar gesso

 

Tutorial – Como preparar gesso

Como preparar  gesso

Material.

– 1 recipiente com água
– Gesso ( poderá ser gesso de estuque ou qualquer outro gesso de presa rápida. Na nossa experiência utilizámos gesso cerâmico).
– Uma vareta para agitação.
Moldes em plástico ou silicone.(podem comprar-se formas em silicone para usos culinários)

É aconselhado o uso de utensílios em plástico.

Fundamentos importantes.

1) O gesso pode ser adquirido em papelarias técnicas, mas também numa drogaria próxima. Para exercícios simples como este, pode adquirir gesso de estuque uma vez que é económico e resulta na perfeição.

2) Após o contacto do pó com a água inicia-se um processo de cristalização, o que significa que nunca se devem lavar os recipientes em água corrente, correndo o risco de entupir toda a canalização.

Passo a passo.

1) Coloca-se a água num recipiente.
2) Vai-se juntando o pó  sem agitarmos a mistura, até aparecer um montinho seco à superfície. ( quantidades menores de gesso também são válidas, de acordo com o objetivo a traçar)
3) Inicia-se a agitação que deverá durar aproximadamente 1 a 2 minutos. Só a experiência nos ajudará a perceber qual o ponto de presa indicado para o trabalho em questão.
3.1 ) Se a agitação for mais lenta, a presa ( endurecimento da mescla) demorará mais tempo e a estrutura será mais frágil.
3.2) Se a agitação for mais vigorosa, a presa será mais rápida e a estrutura mais consistente.
Uma das questões muitas vezes levantadas prende-se com o facto de quando abrimos um novo saco de gesso o tempo para a presa variar. Efetivamente essa é uma realidade que contornamos mais uma vez com a experiência.

4) Logo que a mistura esteja feita e ainda fluida, deve começar-se a encher as formas já preparadas. Se as formas forem de silicone ou plástico e não tiverem prisões, não será necessária a utilização de  qualquer desmoldante.

Os resultados, apesar da simplicidade do processo, são certamente fantásticos.

Bom trabalho!